Montealcino e Montepulciano- Dicas da Toscana (Parte 2)

dsc_3360

Quando iniciamos o roteiro das cidades que queríamos visitar na Toscana, Montealcino foi a primeira da minha lista. Sem duvida, conhecer as vinícolas de uma das regiões mais renomadas do mundo faz qualquer apaixonado por vinho ficar ansioso pelo primeiro brinde.

Mas, devo confessar que o meu fascínio por essa cidade, famosa por um dos rótulos mais prestigiados e caros do mundo, vem desde os tempos de menina, quando ouvia meu pai falar da origens dos vinhos, das uvas….

Como filho de italiano, papai tinha uma leve “tendência” por vino italiano. Ecco!

dsc_3339dsc_3346 dsc_3357 dsc_3363

Cidadezinha linda, pacata, no alto de uma colina. Montealcino conta com uma bela fortaleza, um antigo mosteiro, praças, palácios e muitas ladeiras – o que é habitual pra quem está percorrendo as cidades desta região – e, claro, as famosas uvas sangiovese, a estrela maior de Montealcino.

Dificil é escolher um lugar pra sentar e começar a degustar essa joia da Toscana. Pois, o turismo por aqui é conhecer qual rotulo mais te agrada!! 😉

Escolhemos a Enoteca di Piazza , acredito que seja uma das mais completas da região, pra fazer degustação e escolher as garrafas que iríamos trazer na mala. 😉 Achamos bem interessante a disposição dos rótulos e a forma da degustação.

dsc_3380

Os rotulos são separados por Rosso di Montalcino (preço mais acessível), Brunello di Montalcino (preço médio/alto) e Brunello di Montalcino Reserva (preço mais alto, pois fica mais tempo nos barris de carvalho).

Informações: Sua graduação alcoólica é de no mínimo 12% em volume. E sabe outra particularidade? Ele precisa passar por um período de envelhecimento de pelo menos dois anos em barris de carvalho e pelo menos quatro meses em garrafa . Só pode ser colocado no mercado para consumo a partir do dia primeiro de janeiro do ano sucessivo ao fim de 5 anos calculados considerando o ano da safra. A vinificação, conservação, envelhecimento e engarrafamento acontecem exclusivamente na zona de produção.

Você diz que quer fazer a degustação e eles te dão um cartão de credito com o valor de 100 Euros, eles te explicam como funciona as maquinas e você escolhe os rótulos que quer experimentar nas 3 máquinas. Cada rótulo tem o valor de 10% do valor da garrafa (a maquina da foto abaixo é dos vinhos reserva).

dsc_3378dsc_3370

Saimos de lá, bem altinhos …hehe.

Depois fomos na vinícola Val di Suga, pois o Vigna del Lago 2009 foi um dos nossos rótulos preferidos.  Como a vinícola estava fechada para um grupo, só nos restou comprar mais umas garrafas na lojinha (Dica: vale a pena comprar na propria Enoteca di Piazza , pois o preço é o mesmo).

Montepulciano

Montepulciano é outra cidadezinha que não poderia ficar de fora do nosso roteiro. Famosa pelos vinhos – Nobile de Montepulciano e Rosso di Montepulciano- pertence a província de Siena, na região da Toscana.

img-20161024-wa0018

Montepulciano é uma daquelas cidadezinhas que vale estacionar o carro e se perder pelas ladeiras e ruelas.  Não se prenda a roteiros e mapas da cidade, pode acreditar… os pontos turísticos te encontram!!

DSC_3310.JPG

Conseguimos passar pela Porta Santa da Catedral de 1594, que fica localizada na Piazza Grande.

img-20161024-wa0016

Fomos no Restaurante e Enoteca La Dolce Vita, bem no centro de Montepulciano e foi uma excelente escolha. Eu pedi esse tartar de carne com um molho INCRÍVEL e uma mini saladinha de cenoura e pepino (foto abaixo). O Fi pediu um hambúrguer (nós vimos na mesa do lado e achamos a cara ótima! #QuemNunca?) e pra acompanhar um vinho tipico da região Dei – vino nobile de Montepulciano 2010. Estava tudo ótimo!! Eu super indico!!!

dsc_3332dsc_3333 dsc_3334

Escolhemos como base Siena, fomos e voltamos para Montepulciano (52,8 km) e no outro dia fomos para Montealcino (45 Km) . Essas cidades são bem próximas de Siena e preferimos – na verdade, eu preferi!- ficar mais tempo em um hotel do que fazer e desfazer malas.

Ficamos no Hotel Degli Ulivi e ficamos muito satisfeitos, apesar de só chegar para dormir. O quarto era enorme, super limpo, cheiroso, arrumado…rs. Café da manhã com muitas frutas, pães, cereais.  Eu recomendo!!

Ah, me perguntaram se alugamos GPS com o carro e a resposta é não!! Nós compramos um chip (fizemos um plano de internet com 5 GB)  e usamos o Google Maps. Foi ótimo e deu super certo!!

Bom é isso! No próximo post falarei de Siena e San Gimignano.

Já sabem: qualquer duvida, pergunta só deixar um comentário ou email. Ficarei super feliz em ajuda-los.

Bacione,

Paty.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s